A lenda de Jūratė e Kastytis

Deusa Jūratė


Jūratė e Kastytis é uma das lendas mais famosas e populares da Lituânia, foi o escritor Liudvikas Adomas Jucevičius quem escreveu pela primeira vez sobre a lenda, por volta de 1842. Desde então, ela tem sido adaptada para vários poemas modernos, balé e até ópera rock.

Jūratė e Kastytis
A deusa Jūratė vivia sob o Mar Báltico em um castelo de âmbar. Ela governava o mar e toda a vida marinha. Certo dia, um jovem pescador chamado Kastytis ficou perturbando a paz da deusa Jūratė, enquanto pescava seus peixes. Jūratė decidiu puni-lo e restaurar a paz em seu castelo, mas ela acabou se apaixonando pelo jovem pescador. Jūratė e Kastytis passaram vários momentos felizes juntos no castelo de âmbar, mas Perkūnas (o deus trovão na mitologia lituana), descobre que a deusa imortal tinha se apaixonado por um mortal. Ele fica furioso e destrói o castelo de âmbar, matando Kastytis. Jūratė é então acorrentada eternamente no fundo do mar por Perkūnas. O âmbar do Mar Báltico é o que restou de seu castelo, os gritos e gemidos de Jūratė agora fazem as tempestades no mar.


Animação

Jurate ir Kastytis from gontis on Vimeo.






Veja também:
Perkunas - Mitologia lituana
Aitvaras - Mitologia lituana
Gabija - Mitologia lituana
Saulé – Mitologia lituana






Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar este blog