Kipras Petrauskas




Kipras Petrauskas (23/11/1885 – 17/01/1968)
Foi um tenor lírico lituano (criado cerca de 80 papéis), professor e membro da Associação lituana de artistas.
Era casado com a atriz e poeta Elena Žalinkevičaitė-Petrauskienė. Na primavera de 1942, ele foi convidado a esconder uma menina judia, Dana Pomeranz, a filha do famoso violinista Daniel Pomeranz. Petrauskas e sua esposa aceitaram em esconder a menina, para ocultar melhor a menina, ele e sua esposa deixaram Kaunas, movendo-se primeiro para uma aldeia lituana, em seguida, em 1944, para a Áustria e depois para a Alemanha. Em 1947, eles voltaram para a Lituânia, e encontraram os pais de Dana.
Dana manteve-se em estreito contato com o casal Kipras e Elena, considerando-os como seus segundos pais.
Assim como o seu pai biológico, Dana Pomeranz tornou-se uma violinista.

Em 1999, Kipras Petrauskas e Elena Žalinkevičaitė-Petrauskienė foram reconhecidos pelo Yad Vashem como “Justos entre as Nações”.

Elena Žalinkevičaitė-Petrauskienė e Dana Pomeranz
Crédito imagem: http://www.yadvashem.org





Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar este blog